quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Um momento de reflexão "O Bicho"


V


                    Vi ontem um bicho
                    Na imundície do pátio,
                    Catando comida entre os detritos.

                    Quando achava alguma coisa,
                    Não examinava nem cheirava:
                    Engolia com voracidade.
             
                    O bicho não era um cão.
                    Não era um gato.
                    Não era um rato.

                    O bicho, meu Deus, era um homem.

                                                                         Manuel Bandeira

Bandeira, constrói um poema que emociona e desperta para a reflexão, para perguntas imperiosas e que requereriam respostas mais que imediatas: Por que se abandonou o homem? Quem ganhou e ainda ganha com isso? Por que não revolucionamos essa sociedade falha? Podemos a curto, médio ou longo prazo (quem dera fosse a curto!) solucionar as questões sociais?
Em perceber que a população rica consome 50% dos alimentos e joga 50% no lixo, porque esqueceu na geladeira e estragou! Somos 7 bilhões de pessoas que desperdiçam água e alimentos, para alimentar nossos egos vaidosos e insatisfeitos. Os governos dizem que não tem dinheiro para ajudar países pobres, mas irão investir 200 trilhões em países em desenvolvimento, sendo para manter sua classificação AAA. Bilhões de dólares em comida jogada no lixo enquanto essa criança se arrasta pelo chão, você joga comida fora. 200 trilhões alimenta muito mais que bilhões de pessoas. Eles usam esse dinheiro para ficar parado dentro dos cofres públicos sem movimento, somente para manter o lastro necessário para manter a classificação AAA!
Fica aqui uma reflexão sobre esse novo ano que vai começar, vamos olhar para o nosso irmão ao lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário