quarta-feira, 25 de abril de 2012

Geografia Fisica e Geografia Humana, queridas irmãs!



Embora haja dificuldade, parece necessário manter o princípio da geografia global, ao mesmo
tempo física e humana, encarregada de dar conta da complexidade das interações na superfície
do globo entre os fenômenos que dependem das ciências da matéria, da vida e da sociedade.
Bem entendido, este princípio de uma Geografia global não exclui absolutamente que, alguns
geógrafos se especializem nos estudos dos aspectos espaciais dos fenômenos humanos, e outros,
na análise das combinações espaciais dos fenômenos físicos. É indispensável, porém, que uns e
outros guardem contatos suficientes entre si, tenham preocupações epistemológicas comuns e
que aqueles que são engajados na ação ocupem-se do emaranhado nesta ou naquela porção do
espaço dos diversos fenômenos humanos. Isto não é somente do interesses deles, dos geógrafos;
é definitivamente do interesse de todos os cidadãos.(Lacoste,1985)

Mediante esse aspecto levantado por Yves Lacoste, percebe-se que ambas, geografia humana e geografia física nasceram do mesmo berço, não é certo haver uma dicotomia entre esses dois ramos da geografia ,pois, há  necessidade de ter um trabalho  interativo entre ambas para entendermos a sociedade moderna e globalizada, vejamos um velho exemplo do passado, onde no momento que foram fundadas as primeiras cidades nas margens do rio Nilo( antigoEgito), temos que pensar geografia de forma junta, tanto a humana como a física, para formação dessa cidade teve o aspecto físico atrativo que fora o rio, contudo, tem o aspecto humano que foram as primeiras relações sociais desses povos( termo sociedade),logo, para entender essa civilização e tudo ligado a natureza e o homem é necessario pensarmos Geografia de forma Global, unindo essas duas irmãs.

Fonte:OGEOGRAFO

Nenhum comentário:

Postar um comentário